iBahia

Evento seria realizado entre 27 a 29 de abril. 158 cidades baianas decretaram estado de emergência por causa da seca.

A prefeitura da cidade de Caetité, localizada na região sudoeste da Bahia, cancelou a micareta do município por causa da seca. Em nota, a prefeitura informa que a cidade encontra-se em estado de emergência devido a escassez de água. “Diante dessa situação, fomos forçados a suspender a Micaetité; a sua realização seria uma incoerência, diante do atual quadro do município, onde o racionamento já vem criando grandes dificuldades no cotidiano das residências, escolas, creches, hotéis, restauramtes, indústrias, etc”, diz o comunicado.

A micareta seria realizada de 27 a 29 de abril. Segundo a assessoria da prefeitura, quando a gestão da cidade decidiu pelo cancelamento, na última sexta-feira (23), ainda não havia contratos fechados para a apresentação de artistas na festa. Normalmente, o evento é realizado com a saída de blocos para adultos e um infantil pela Avenida Barão e pela Rua Santana. Bandas também se apresentariam na praça da cidade.

A assessoria disse que ainda não tem informações sobre possíveis prejuízos por causa da festa. Na noite desta segunda-feira, está prevista uma reunião de representantes do governo municipal com a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), resposável pelo abastecimento do município, para definir soluções que possam minimizar os efeitos da seca na região, que tem cerca de 47 mil habitantes.

Seca em 158 cidades

A Bahia reconhece atualmente 158 cidades em “situação de emergência”, entre elas Caetité, em decorrência da longa seca, conforme decreto publicado pelo governo na sexta-feira (23), no Diário Oficial do Estado. A quantidade é resultado de catalogação feita pela Coordenação de Defesa Civil (Cordec), que indica a ocorrência de “fatores anormais e adversos” nos últimos meses em todas as cidades relacionadas. O estado tem 417 municípios.

De acordo com o decreto, a escassez pluviométrica implica em “graves prejuízos” à atividades como agricultura e pecuária e “danos à subsistência e à saúde da população”, o que pode gerar “profunda gravidade socioeconômica”. Ações de minimização de danos serão adotadas nos próximos 90 dias nas cidades afetadas.

Confira a relação das cidades em situação de emergência na Bahia: Abaíra, Abaré, Adustina, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antônio Cardoso, Aracatu, Araci, Baixa Grande, Barra, Barra do Mendes, Barro Alto, Barrocas, Belo Campo, Boa Nova, Bom Jesus da Serra, Boquira, Botuporã, Brotas de Macaúbas, Brumado, Buritirama, Caculé, Caetanos, Caetité, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canápolis, Canarana, Candeal, Candiba, Cândido Sales, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Casa Nova, Caturama, Central, Chorrochó, Conceição do Coité, Cordeiros, Coronel João, Curaçá, Dom Basílio, Entre Rios, Euclides da Cunha, Fátima, Feira de Santana, Filadéldia, Gavião, Glória, Guajerú, Guanambi, Iaçu, Ibiassucê, Ibicoara, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibitiara, Ibititá, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Ipirá, Irajuba, Iramaia, Irecê, Itaberaba, Itaguaçu da Bahia, Itiruçu, Itiúba, Iuiu, Jaguarari, Jeremoabo, João Dourado, Jussara, Jussiape, Lafaite Coutinho, Lagedo do Tabocal, Lamarão, Lapão, Lençóis, Livramento de Nossa Senhora, Macajuba, Macaúbas, Maetinga, Mairi, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Marcionílio Souza, Matina, Miguel Calmon, Mirante, Monte Santo, Morpará, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muquém do São Francisco, Nordestina, Nova Fátima, Nova Itarana, Nova Redenção, Oliveira dos Brejinhos, Ourolândia, Palmas de Monte Alto, Paratinga, Paulo Afonso, Pé de Serra, Pedro Alexandre, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Planaltino, Planalto, Poções, Ponto Novo, Presidente Dutra, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Riachão do Jacuípe, Rio do Antônio, Rio do Pires, Ruy Barbosa, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Luz, Santanópolis, Santo Estêvão, São Domingos, São Gabriel, Sebastião Laranjeiras, Senhor do Bonfim, Serra do Ramalho, Serrinha, Sítio do Quinto, Tanhaçu, Tanque Novo, Tanquinho, Teofilândia, Tucano, Uauá, Uibaí, Umburanas, Urandí, Valente, Várzea Nova, Vitória da Conquista.